sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Não sentes?

- É amor. Ou não?
- Porquê?
- Sinto mas não.
- Não sentes?
- Eu amo-te.
- Não me deixes.
- Eu fico até não me quereres mais.
- Eu vou querer-te.
- Não, não queiras.
- Mas não chega.
- Chega.
- Não?
- Sim. Ou não?
- Eu amo-te.
- É essa a razão.
- Fica.
- Por mim?
- Por mim.
- Por nós?
- Pelo nosso amor.
- Eu fico.
- Ficas?
- Até não me quereres mais.
- Chega-me.
- Chega?
- Sim.
- O quê?
- O que temos.
- Não queres mais?
- Só te quero a ti.
- Não queres mais?
- Não há muito mais.
- Há?
- Não. Só te quero a ti.
- O quê?
- Não sentes?
- Eu amo-te.
- Não me deixes.
- Eu vou, sempre, querer-te.